Clok Oftalmologia

Os olhos são a janela do cérebro:

olhos x cérebro

olhos x cérebro

Podemos dizer que nossos olhos são a janela do cérebro pois existem diversas doenças que podem ser detectadas pelo exame de fundo de olho.

A transformação do estímulo luminoso em elétrico é feito por células da retina (segmento posterior do olho). Após essa mudança, o estímulo elétrico é conduzido ao nosso cérebro pelo nervo óptico, seguindo as vias posteriores até chegarem no lobo occiptal, e assim, enxergarmos o mundo.

Quando existe alguma alteração neurológica, o nervo óptico pode ser afetado. Doenças que a aumentam a pressão intracraniana podem comprimir o nervo óptico, causando um inchaço e percebemos um edema neste exame.

Novos trabalho científicos mostram que doenças como Alzheimer, Parkinson e Esclerose Múltipla podem ser detectadas,precocemente, pelo exame de OCT (Tomografia de Coerência Óptica) que revela alterações nas fibras nervosas e células ganglionares da retina, afetadas por essas patologias.

 

O exame oftalmológico deve ser realizado em crianças, mesmo sem existirem sintomas visuais. Alguns casos de pacientes como Tyrrell, diagnosticada com a Síndrome de Arnold-Chiari,  mostram que vidas foram salvas por exames realizados num estágio precoce. Neurite ópticas (inflamação do nervo óptico), papiledema (edema do nervo óptico consequente ao aumento da pressão intracraniana), entre outros achados, podem nos alertar sobre possíveis doenças neurológicas.

 

Além disso, nossa retina também é uma janela do nosso corpo. Doenças infecciosas, diabetes, hipertensão arterial, entre outras, podem ser diagnosticadas e acompanhadas por exames oculares.